Você ainda sofre por um amor não correspondido?


Ooioi meus amores, tudo bem com vocês? Eu espero que sim! Mas se não estiver, é hora de termos uma boa conversa, de desabafar e nos abrirmos! E pra isso, podem contar
comigo; prometo que eu posso tentar fazer papel de diário, melhor amiga e até de última folha de caderno ( que é onde muitas vezes nós escrevemos tudo que sentimos,
não é mesmo ? hahah )
Enfim, muitas pessoas me chamaram essa semana e pediram que eu falasse um pouco sobre amor não correspondido... Eu achei muito interessante e confesso que fiquei a 
semana inteira pensando em como ia falar de algo que já me fez sofrer tanto. De algo que pra mim, é tão complicado de se expressar. Sim, tenho apenas 16 anos, mas já
passei por muita barra (muita mesmo) ! Ao longo de nossos #conversandocomBella, vocês vão começar a entender e ficar por dentro de tudo. Mas qual o motivo disso ? 
Por que resolvi me abrir pra vocês e superar todos os meus receios e medos ? 
Simples... Tudo que eu passei, não desejo a ninguém. E tudo que aprendi, quero repassar pra vocês. E esse foi o melhor meio que encontrei... 
Pensei em falar sobre amor não correspondido, citando exemplos que conheço. Mas existe forma melhor de falar sobre um assunto, que você mesmo já passou? 
Aos 15 anos, conheci uma pessoa, uma pessoa ''incrível''. Me sentia super bem com ele ( de um jeito que nunca me senti com ninguém ). Sabe o famoso "primeiro amor"?
Aquele frio na barriga, aquela vontade de não ficar sem a presença da pessoa e aquele desejo de querer agradar ela de todas as formas? Era bem isso... Admito que nunca
pensei em sentir algo assim tão cedo. E olha que tive um primeiro namorado antes dele ( mas depois descobrimos que o sentimento foi sempre de amizade e somos amigos 
até hoje!) Mas simplesmente aconteceu; do nada ele virou tudo ! E do nada, aquela menina que amava ser livre e principalmente, solteira, mudou totalmente sua visão 
sobre a vida e sobre o que ela iria querer e lutar a partir daí. Os dias foram passando, e me via num típico "relacionamento perfeito". Realmente nos dávamos muito 
certo... Ganhamos um título de "CasalPerfeito" no dia dos namorados, gravamos um comercial e juntos, estávamos inciando um canal no youtube e uma página super 
fofa no Facebook. Tudo parecia ser tão recíproco... Quase concluindo um ano juntos, quando estava tudo indo tão bem, parece que um furacão passou por minha vida e 
bagunçou, ou melhor, destruiu tudo ! Sobre o que aconteceu, vou ter que deixar para um próximo post ( para este não ficar tão gigante )...
Me vi sem a pessoa que até então eu amava. Sem entender e nem acreditar direito no que tinha acontecido. Em uma noite qualquer, que sinceramente eu estava acabada, 
meus amigos me animaram a sair de casa e tentar me divertir e distrair em uma festa. Mesmo sem vontade e muito menos animação, eu fui. E adivinha ? 
O tal amor da minha vida assumiu ser homossexual... E pra piorar toda a situação, ele ficou com altos caras na minha frente. Parece piada né ? Ah, mas vocês não tem 
noção do quanto isso dói. A pessoa que dizia te amar, só te "usou" para tentar mostrar algo pra alguém ( ou pra todos né )... As vezes ele só queria dar um
orgulho pro pai, que se mostrava ser tão ignorante e preconceituoso. E ele só queria alguma trouxa para estar ao seu lado, até ele completar seus 18 anos e poder 
assumir o que era. Enfim, a dor parecia rasgar minha pele aos poucos e nada mais parecia fazer sentido. Confiar em alguém depois disso tudo, seria algo impossível. 
Mas sabe de uma coisa ? Todas as lágrimas que caíam, pareciam levar consigo um pedacinho de dor, e aos poucos, o sofrimento estava se esvaindo do meu corpo.
Hoje em dia não vejo tudo que aconteceu como algo tão negativo... Tudo sempre tem seu lado bom e principalmente, tudo acontece por um motivo, e com um motivo.
Se não cairmos, como iremos aprender a nos levantar ? Resolvi passar por cima de tudo o que aconteceu e de todas as pessoas que julgavam sem saber nada sobre o que
realmente tinha acontecido ( o que acontece até hoje ). E comecei a trabalhar em mim, no meu amor próprio ( que estava bem fraquinho )... E quer saber ? Foi a melhor 
coisa do mundo! Como vamos amar alguém, se não amamos nós mesmas ? Se coloque em primeiro lugar, se dê total valor e, principalmente, seja COMPLETA ! Nada de estar 
procurando a metade da laranja, a tampa da sua panela, ou alguém que a complete ! Você já é completa... Procure alguém que a TRANSBORDE! Antes de amar alguém,
Aprenda a ser feliz sozinha, e a estar satisfeita com sua própria companhia. Não deixe que nada e nem ninguém, isso mesmo, NINGUÉM, tire o sorriso do seu rosto!
E pode ter certeza, que na hora certa, a pessoa certa vai te fazer ver que tudo valeu a pena! Se não deu certo, é pq realmente não era pra ser ! Se não era o melhor 
pra você, se não era a pessoa certa, e se não foi correspondido e nem recíproco, por que você ainda sofre e insiste nisso ? Insistir em um relacionamento que não dá 
certo é o mesmo que dizer para si mesmo: " Eu não sou capaz de ter algo melhor". E sabe de uma coisa ? Você é capaz sim! A vida anda pra frente, erga sua cabeça e lute
por SUA felicidade ! Não se preocupe em achar a pessoa ideal. Procure ser a pessoa ideal para si mesmo e você acabará sendo a pessoa ideal para alguém! Que tal começar 
agora?


8 comentários:

  1. Acho que todos já passaram ou irão passar por isso de ter um amor não correspondido. Comigo sempre me dá uma sensação boa e ruim , boa pq estou amando e amar e um dos melhores sentimento, pra ser bem honesta é o melhor sentimento e ao mesmo tempo triste pq a pessoa não corresponde, ficamos com aquela explosão de sentimento e não temos para quem direcionar e nem receber em troca é complicado...

    ResponderExcluir
  2. Nossa que post lindo ❤ Nunca passei por isso é não espero passar, deve doer é machucar muito, mas com o tempo essa ferida cicatriza e você nem lembra mais a cara do sujeito, Adorei de mais esse relato (continua fazendo pelo amor)
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Tai uma coisa que quem não passou vai passar, ultimamente penso que amar é como aprender a andar de bicicleta, a gente sempre cai, machuca, mas tenta novamente. E no fim é isso, quem dizer que esqueceu aquele primeiro amor, está mentido, amor de verdade a gente nunca esquece, sejam memorias boas ou dolorosas, adorei a reflexão!

    ResponderExcluir
  4. Não tenho nem nunca tive Esse problema, até cheguei a pensar se era drama, exagero da parte da galera, mas também acho que se as pessoas passam por situações como essa é porque Deus quis e nos irá surpreender de forma muito melhor! Ótima Reflexão bj!

    ResponderExcluir
  5. Eu não sou uma pessoa que lida bem com a rejeição mas sabe cada não que levei na cara me fez mais forte e me fez enxergar que nada acontece por acaso. Seu texto ta incrível e como sempre cheio de palavras que nos emocionam.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns !!! Sempre criativa e produtiva hein !! Que orgulho da pessoa que você é !! E que enriquecedor poder compartilhar e absorver essas experiencias !! Sucessos minha linda !! Hehehe, precisando de um fotografo awe pro Blog!? (mandarei curriculo ein..) kk Brincando.. mas ta muito shouw isso aqui !! Parabéns !!!

    ResponderExcluir